cabecalho home facebook twitter home
         

Para tentar atenuar um pouco a crise econômica em que o País está mergulhado, o governo vai tirando da cartola algumas medidas em conta-gotas, mas de resultados pífios.

Uma delas é o Programa de Proteção ao Emprego, que prevê a redução em até 30% da jornada de trabalho, com diminuição proporcional de salários em períodos de crise.

As autoridades econômicas se esquecem de que têm à mão uma ferramenta muito mais eficaz para alimentar o mercado de trabalho em tempos bicudos: o Trabalho Temporário, regulamentado pela Lei nº 6.019 e pelo Decreto 73.841, ambos de 1974. Basta desengessar essa atividade, removendo os garrotes que asfixiam as empresas do setor.

 

Seria solução adequada para o governo enfrentar a desocupação atual, principalmente por ser o TT a principal porta de entrada dos jovens no mercado, além de manter direitos trabalhistas e assegurar a arrecadação de impostos. As empresas poderiam recrutar temporários a qualquer tempo, sem a obrigatoriedade do “motivo justificador”. 

Em ciclo de recessão, o desemprego aumenta, mas mesmo assim há vagas. E só as agências privadas de Trabalho Temporário sabem onde encontrá-las, com habilidade para direcionar o trabalhador ideal para cada uma delas.

É uma pena, mas o governo atua na contramão dessa saída inteligente, especialmente quando torna ainda mais difícil a atividade com Instruções Normativas como a de nº. 18/2014 e a de nº. 114/2014, além da Portaria 789.

Nossas entidades já levaram ao Ministério do Trabalho uma pesquisa mostrando os efeitos nocivos dessa burocracia para o setor.

Resta esperar que o bom senso frutifique e que o governo compreenda a importância do Trabalho Temporário para abrir as portas do mercado aos jovens e a todos os trabalhadores agora desempregados. 

 


Como a sua empresa tem lidado com os efeitos da crise?

Redução do quadro de funcionários
Redução de custos fixos (energia elétrica, despesas administrativas, etc)
Não fomos impactados por enquanto









IMPACTOS DO NOVO CPC PARA AS
EMPRESAS - Palestra no Sindeprestem





PARCERIA PLANETA DIGITAL E
SINDEPRESTEM -
Sua empresa online de
verdade





FÓRUM NACIONAL DO SETOR DE
SERVIÇOS -
Participe, motive-se
e inspire-se




CÂMARA SETORIAL DO TRABALHO
TEMPORÁRIO - Encontro promete repetir
sucesso de público





DIREITO SOCIETÁRIO - Palestra no
Sindeprestem





CONGRESSO DA CLETT&A EM LIMA,
PERU - De 23 a 25 de setembro








PARA TERCEIRIZADAS, LEI TIRA SETOR DO ‘LIMBO’
O Estado de S.Paulo – 07/08/2015

TERCEIRIZAÇÃO: EXPECTATIVAS CRESCEM COM NOVO
MARCO LEGAL

Revista Direcional Condomínios – Agosto / 2015

REGULAMENTAÇÃO TRARÁ BENEFÍCIOS
Callcenter.info – 23/07/2015

PESQUISA REVELA PERCEPÇÃO DAS PRESTADORAS
DE SERVIÇOS SOBRE LEI DA TERCEIRIZAÇÃO

ABRH Brasil – 21/07/2015

TRABALHO TEMPORÁRIO NO COMBATE
AO DESEMPREGO

Jornal de Canoas (RS) – pág. 8 – 15/07/2015

AS MENTIRAS SOBRE A TERCEIRIZAÇÃO
Portal Todo Dia – 25/07/2015




 

TRABALHO TEMPORÁRIO
Empresários questionam INs na Secretaria de Inspeção do MTE
           
Fenaserhtt, Sindeprestem e Asserttem estiveram na manhã de 13 de agosto na Secretaria de Inspeção do Trabalho, ...


EMPRESÁRIOS DO SETOR DE SERVIÇOS VÃO AO SENADO POR PL 4330

Um grupo formado por empresários e lideranças da Terceirização se reuniu com o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), em Brasília no dia 25 de agosto, para pedir celeridade ao Projeto de Lei 4330/2004, ...


25º HIGICON

Congresso reuniu setor de Limpeza em três dias de evento

Congresso Internacional do Mercado Profissional de Limpeza teve neste ano o tema Juntos na limpeza, na saúde e no bem-estar. ...


SANTO ANDRÉ RECEBE SEMINÁRIO DO SETOR
DE SERVIÇOS

Alternativas de fomento para empreendedores na região

O I Seminário do Setor de Serviços de Santo André e Região foi realizado no dia 17 de agosto, no Teatro Municipal de Santo André, região que deixou sua condição de industrial. ...



ENCONTRO GRHUVAL
Sustentabilidade do negócio

Com a demanda crescente de recursos naturais, em especial a água tratada, e por causa de uma estiagem prolongada nos últimos dois anos, ocorreu o que já era previsto: a crise hídrica e energética. ...



FÓRUM DEBATE TERCEIRIZAÇÃO
Visão do judiciário está obstruída por dogmas do passado


A Terceirização é uma evolução da sociedade. Estamos atrasados", afirmou Vander Morales, presidente do Sindeprestem e da Fenaserhtt, no I Fórum de Terceirização promovido pela Associação Paulista de Recursos Humanos e de Gestores de Pessoas (AAPSA), realizado dia 27 de agosto, em São Paulo.
...



CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO
Negociações em andamento com Bombeiros

O Sindeprestem recebeu a Pauta de Reivindicações do Sindibombeiros, referente à Convenção Coletiva de Trabalho 2015/2016.  ...