cabecalho

Portas de Brasília   Destaques desta edição  

Notícias

Agenda Política
Artigos


O que os dados mostram sobre o trabalho informal

Por João Pamplona
Publicado no jornal Valor Econômico (21/05/2014)
‣ Leia a íntegra

Impostos contra o país
Editorial - Publicado no jornal O Estado de S.Paulo (21/05/2014)
‣ Leia a íntegra

Maus sinais para o emprego
Por José Pastore
Publicado no jornal O Estado de S.Paulo (20/05/2014)
‣ Leia a íntegra

Sobre o futuro do trabalho
Por Alfredo Pastor
Publicado no jornal Valor Econômico (20/05/2014)
‣ Leia a íntegra

Flexibilização útil em qualquer conjuntura
Editorial do jornal O Globo (08/05/2014)
‣ Leia a íntegra

Eventos

AMÉRICA LATINA, CONTINENTE DE OPORTUNIDADES
‣ Saiba mais

CONFERÊNCIA ANUAL
‣ Saiba mais

FÓRUM DO SETOR DE SERVIÇOS
‣ Saiba mais

20º ENCONTRO DE RH EM CAMPINAS
‣ Saiba mais

Análise Política
A social-democracia brasileira
Gaudêncio Torquato
Análise Econômica
As cores do Brasil
Luciano Ornelas
Mercado de Trabalho

ENTREVISTA: 5 PERGUNTAS PARA WAGNER BRUNINI, DA BASF
‣ Saiba mais

EMPREGO DURADOURO
‣ Saiba mais

BRASIL ABRE POUCO MAIS DE 100 MIL VAGAS EM ABRIL
‣ Saiba mais

Palavra do Associado

Atender às expectativas dos empresários é a nossa missão e contamos com a sua colaboração para ter certeza de que estamos no caminho certo. O Sindeprestem destinou um espaço no novo Jornalpresstem para a publicação de comentários, sugestões, elogios e críticas enviadas pelos associados.

Participe! Clique aqui e envie a sua mensagem. O conteúdo será avaliado e poderá ser publicado nas próximas edições.

E x p e d i e n t e

Presidente:
   Vander Morales
Diretora de Comunicação:
   Maria Olinda Maran Longuini
Produção Editorial:
   GT Marketing & Comunicação
Editor:
   Luciano Ornelas MTb 8.764
Repórteres:
   Danielle Borges MTb 46.993
   Giovanna Zanaroli MTb 47.378
Projeto e desenvolvimento:
   Ocre | Officina di Creativitá

 

 

 


 

 


VI CONETT
José Pastore será um dos palestrantes do Congresso em setembro

ENTREVISTA: Wagner Brunini, da BASF
Executivo destaca ganhos em qualidade com a Terceirização

   

CIETT 2014
Dados do setor na América Latina foram apresentados pelo Sindeprestem
 

cartao

PALAVRA DO ASSOCIADO
Associado, o Jornalpresstem quer saber a sua opinião. Participe!
   
Carta do presidente    
Clamor ao bom senso

Em contraponto à desaceleração da economia - com projeções medíocres para este ano -, o setor de Serviços cresceu 8,5% no primeiro trimestre, o que demonstra sua capacidade de geração de emprego e renda. Resultado que deveria levar o Planalto a estimular crescimento ainda maior. O governo precisa disso em ano eleitoral.

Nosso segmento poderia criar mais um milhão de empregos com apenas três medidas básicas por parte do governo: convencer sua base aliada a aprovar o PL 4.330, da Terceirização; apoiar a atualização da Lei 6.019/74, que chega ultrapassada aos 40 anos; e voltar o PIS/Cofins ao regime de cumulatividade.

O ano tem sido bom para a Terceirização, mas ruim para o Trabalho Temporário, vítima de uma tendência cada vez menos técnica e mais ideológica por parte de fiscais, judiciário e outras atividades por natureza contra o segmento.

 

Auditores intimidam contratantes e prestadores de serviço, desqualificam motivos justificadores de contratações temporárias para fabricar multas; decisões judiciais extrapolam leis, criam jurisprudências absurdas, o que leva a condenações abusivas e estapafúrdias.

Na outra ponta, a Receita Federal já beneficiou inúmeros setores com a cumulatividade do PIS/Cofins. Mas nosso setor acumula prejuízos. Com a não cumulatividade, a soma das alíquotas saltou de 3,65% para 9,25% e os custos aumentaram entre 100% e 150%, injustiça extrema contra a atividade.
O faturamento das empresas caiu 10,52% entre 2007 e 2011.

No caso da Terceirização, o governo precisa se livrar da tutela das centrais sindicais. Para os Temporários e o PIS/Cofins, basta reconhecer a importância desta atividade.  

Para os três casos, senso de justiça.

    Vander Morales
    Presidente do Sindeprestem e da Fenaserhtt
   
Sindeprestem e Fenaserhtt na mídia
Veja as últimas inserções:
  • Dia das Mães deve criar 33 mil vagas de trabalho temporário em todo o Brasil
    Jornal O Globo – 30/04/2014


  • Dia das Mães deve criar 33 mil vagas temporárias em todo o Brasil
    RIT TV - 24/04/2014


  • Mitos e verdades sobre o trabalho temporário - Jornal Dia a Dia – 17/05/2014
  • Mitos e verdades sobre o trabalho temporário
    Banca de Jornalistas – 19/05/2014

  • Mitos e verdades sobre o trabalho temporário
    Folha do Cerrado – 19/05/2014


  • Minas deve criar 3,93 mil vagas
    Diário do Comércio (MG) – 26/04/2014
  •      

    creditos

         
         

    REFIS DA CRISE PODE SER PRORROGADO
    ‣ Saiba mais

    CONVENÇÕES COLETIVAS EM NEGOCIAÇÃO
    ‣ Saiba mais

    DIRETORIAS REGIONAIS
    ‣ Saiba mais

    SEMANA DO TRABALHADOR DE CAMPINAS
    ‣ Saiba mais

    CURSO: TESTE PALOGRÁFICO
    ‣ Saiba mais

    DIFICULDADE PARA CONTRATAR MÃO DE OBRA QUALIFICADA
    ‣ Saiba mais

    tarja
    Enquete
    A Lei 6.019/74 que rege o Trabalho Temporário está ultrapassada e carece de atualização. Em paralelo, a Terceirização no Brasil ainda não tem uma lei específica e depende da interpretação de juízes e fiscais.

    Em que grau a fiscalização do governo nos contratos de Trabalho Temporário e de Terceirização tem atrapalhado os negócios da sua empresa?

    Muito
    Pouco
    Não atrapalha
    tarja

    Serviços aos
    Associados

    SOLUÇÕES EM GESTÃO EMPRESARIAL
    Condições especiais para empresas ligadas ao Sindeprestem

    Saiba mais


    ASSESSORIA AFFINITÀ PARA SEGURO SAÚDE
    Facilidades também para seguro de vida em grupo

    Saiba mais

    BENEFÍCIOS PLANVALE
    Parte da arrecadação vai para programa de qualificação profissional

    Saiba mais

    tarja

    Twitter

    Presidente Vander Morales está no Twitter. Acesse www.twitter.com/VanderMorales e acompanhe o que acontece nos setores de Prestação de Serviços Especializados e de Trabalho Temporário

    Vander Morales
    “Recebemos hoje no Sindeprestem o ministro Almir Pazzianotto para verdadeira aula sobre as súmulas 244 e 378 do TST”

    tarja

    Outras Edições

    Acesse as edições anteriores pelos links abaixo:

    Edição 1

    Edição 2

    Edição 3

    tarja

     

     

     
    facebook twitter home