cabecalho

 
PORTAS DE BRASÍLIA   DESTAQUES DESTA EDIÇÃO  

NOTÍCIAS

José Pastore, professor da FEA-USP e especialista em relações do trabalho, comenta na entrevista abaixo o caso Cenibra e a perspectiva de se ter, finalmente, uma lei específica para regulamentar a Prestação de Serviços Terceirizáveis no Brasil.
ARTIGOS


A RECESSÃO, A INFLAÇÃO,
O EMPREGO E O XADREZ ELEITORAL

Por Denise Neumann
Publicado no jornal Valor Econômico
(15/09/2014)

‣‣ Leia a íntegra

A DEGRADAÇÃO DO EMPREGO
Editorial publicado no jornal O Estado
de S.Paulo (11/09/2014)
‣‣ Leia a íntegra

MANUTENÇÃO DO ADICIONAL
DE 10% AO FGTS
Por Jimir Doniak Jr, advogado.
Publicado no jornal Valor Econômico
(16/09/2014)

‣‣ Leia a íntegra

TRABALHO TEMPORÁRIO
E SUA FALSA COMPREENSÃO
COMO TERCEIRIZAÇÃO

Por Paulo Sergio João, professor
e advogado. Publicado
no Consultor Jurídico (19/09/2014)

‣‣ Leia a íntegra

POR QUE CONHECIMENTO?
Por Jorge Arbache, professor
de economia da UnB. Publicado
no jornal Valor Econômico (03/09/2014)

‣‣ Leia a íntegra

 

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO
‣‣ Clique e veja mais ...

TREINAMENTO eSOCIAL
‣‣ Clique e veja mais ...


FECOMERCIO DEBATE
TERCEIRIZAÇÃO

‣‣ Clique e veja mais ...

 
A TELECRACIA BRASILEIRA
Gaudêncio Torquato
 

BRASIL, VERSÃO PINÓQUIO

Luciano Ornelas
 


GOVERNO PORTUGUÊS FECHA
PARCERIA COM EMPRESAS DE
TRABALHO TEMPORÁRIO

‣‣ Saiba mais ...

REFORMA TRABALHISTA E
A ESQUIVA DOS PRESIDENCIÁVEIS

‣‣ Saiba mais ...

POSTOS DE TRABALHO EM QUEDA
‣‣ Saiba mais ...

CNC PROJETA PIOR NATAL
EM DEZ ANOS

‣‣ Saiba mais ...

SERVIÇOS PIORAM EM JULHO
‣‣ Saiba mais ...


O Jornalpresstem foi idealizado para servir de canal de comunicação entre o Sindeprestem e seus associados, que contam com um espaço exclusivo para a manifestação de ideias, propostas, dúvidas e sugestões a cada edição. Participe! Clique aqui e envie a sua mensagem. O conteúdo será avaliado e publicado nas próximas edições.


VI CONETT
Edição especial trará cobertura completa
do Congresso

ENTREVISTA
José Pastore comenta análise da Terceirização
pelo STF

   

RECEITA FEDERAL
Sindeprestem cobra revisão de créditos de PIS
e Cofins
 

CONSELHO CONSULTIVO
A advogada Sônia Mascaro participa de reunião
no Sindeprestem
   
     



O projeto para regulamentação da Terceirização encontrou portões fechados no Congresso Nacional; além da oposição das centrais sindicais, com o apoio de áreas importantes do governo federal, o que prevaleceu mesmo foi a omissão da Câmara dos Deputados. O PL 4.330, que já não era o ideal, ficou pelo caminho, para frustração das mais de quinze milhões de pessoas que sobrevivem desta atividade.
Restam agora duas saídas. Uma, pelo Supremo Tribunal Federal, que ainda julgará o caso Cenibra, condenada pela Justiça do Trabalho por terceirizar mão de obra no Interior de Minas; a empresa é produtora de celulose, mas o corte e plantio de árvores é também sua atividade-fim, segundo o Ministério Público do Trabalho. Ao STF caberá decidir se existe diferença entre atividades meio e fim. Se esse princípio abstrato cair, estará aberto o caminho para a regularização dos serviços terceirizados.
Outra vereda foi aberta pela campanha presidencial deste ano. O tema encontra variáveis entre os três mais bem colocados nas pesquisas: a presidente Dilma é a favor, desde que agrade às centrais sindicais. Já vimos esse filme antes. O candidato Aécio Neves se diz a favor da atividade, mas seu programa de governo é omisso.
A candidata Marina Silva é a única que expõe abertamente seu compromisso no programa de governo: “Disciplinar a terceirização de atividades que a viabilizem, assegurando o equilíbrio entre os objetivos de ganhos de eficiência e os de respeito às regras de proteção ao trabalho”. 
Os brasileiros irão às urnas no dia 5 de outubro, em primeiro turno. Vamos torcer pelo País.



 


  • Nova regra de temporário não afeta contratação de fim de ano
    Portal Terra / Sebrae – 19/09/2014


  • 6º CONETT acontece em setembro
    Profissional & Negócios – 28/08/2014

  • Congresso Latino-americano discute
    terceirização e trabalho temporário
    em São Paulo

    Abeoc Brasil – 19/09/2014
  • Trabalho Temporário
    Jornal Empresas & Negócios – 13/09/2014

  • Vem aí a contratação de temporários
    Sindishopping – Agosto/2014


  • Prazo maior para temporário não vale
    para contratações de fim de ano

    Diário da Região (Catanduva) –09/09/2014


  • SINDEPRESTEM COBRA
    NA RECEITA FEDERAL
    COMPENSAÇÃO DE
    CRÉDITOS DE PIS E COFINS

    ‣‣ Leia a íntegra

    SÔNIA MASCARO
    PARTICIPA DE REUNIÃO
    DO CONSELHO
    CONSULTIVO

    ‣‣ Leia a íntegra

    CCT BOMBEIRO CIVIL
    EM NEGOCIAÇÃO

    ‣‣ Leia a íntegra

    CÂMARAS SETORIAIS
    ‣‣ Leia a íntegra

    DIRETORIAS REGIONAIS
    ‣‣ Leia a íntegra

    tarja


    O resultado das eleições 2014 poderá influenciar no desenvolvimento do seu negócio em 2015?

    Sim
    Não


    tarja





    tarja

    O Twitter é uma das mais utilizadas redes sociais da atualidade para a troca rápida de informações. O presidente Vander Morales mantém um perfil no qual costuma comentar notícias relevantes para o setor de Serviços. Acesse: VanderMorales

    Abaixo, algumas das postagens mais recentes:

    ‣‣ “Nós somos a transformação que queremos para o setor de Prestação de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário #Conett1014

    ‣‣ “14,3 milhões de trabalhadores formais no país. Terceirização tem 790 mil empresas, que recolhem R$ 43 bi para INSS #conett2014

    ‣‣ “O Sindeprestem realizará na sede em SP um treinamento sobre eSocial dia 8/10 - 9h às 13h. Importante entender como funciona o sistema”

    ‣‣ “Desemprego cresce no Brasil. Taxa medida pelo IBGE em 2013 foi 6,5%. Em 2012, 6,1%. País vive momento delicado. O q virá por aí?”

     

    creditos
    facebook twitter home
    facebook twitter home